Início » Metrologia Elétrica

Metrologia Elétrica

Foto panorâmica do Laboratório de Metrologia Elétrica e Tempo e Frequência (MTE). Clique sobre a foto e arraste o cursor para navegar.

Laboratório de Metrologia Elétrica e Tempo e Frequência

 

O Laboratório de Metrologia Elétrica e Tempo e Frequência tem por finalidade assegurar a confiabilidade metrológica dos sistemas e equipamentos de medida. Com o intuito de assegurar este grau de confiabilidade, é adotado um procedimento sistemático de controle periódico das características técnicas dos sistemas e dos equipamentos de medida. Este controle é realizado através das atividades de calibração no Laboratório de Metrologia Elétrica e Tempo e Frequência do LIT, acreditado pela Cgcre, que faz parte da RBC (Rede Brasileira de Calibração) desde 1991.  Ele possui um conjunto de padrões de referência e de trabalho instalados em condições elétricas e ambientais rígidas como, por exemplo, o controle de temperatura de 23,0ºC ± 1ºC, não ocorrendo variações superiores a  1ºC em uma hora.

Na calibração, são desenvolvidos métodos de comparação entre os valores indicados  ou gerados por um equipamento com os valores correspondentes das grandezas, estabelecidos por padrões. O resultado da calibração permite tanto o estabelecimento dos valores mensurados para as indicações como a determinação das correções a serem aplicadas. Podem-se, então, utilizar métodos de ajuste para que o equipamento apresente os graus de exatidão especificados em suas características técnicas. A fim de manter o mesmo nível de qualidade destas atividades, são elaborados procedimentos de trabalho segundo a Norma NBR ISO/IEC 17025, ou baseados nas instruções dos fabricantes dos equipamentos ou em outros documentos reconhecidos como normas, publicações de órgãos oficiais etc.

O grupo de padrões de referência, instalados em uma câmara blindada para proteção contra interferência eletromagnética, incorpora elementos passivos, tais como um banco de 12 células saturadas, completado por 2 pilhas eletrônicas; padrões de transferência térmica; padrões de resistência, indutância e capacitância e padrões de frequência. Dentro deste grupo, a característica singular reside no fato de que seus instrumentos não possuem ou não permitem meios de ajuste. Estes instrumentos representam, em outras palavras, a realização física dos modelos matemáticos que definem a unidade do parâmetro em questão e permitem as calibrações dos equipamentos do grupo de padrões de trabalho. Para avaliar e garantir as especificações do grupo de padrões de referência, são realizadas intercomparações com Laboratórios que apresentem  melhores níveis de incerteza, tais como INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia, ON – Observatório Nacional e NIST – National Institute of Standards and Technology etc.

O grupo de padrões de trabalho consiste de um conjunto de instrumentos ativos, com elevados níveis de exatidão, os quais são os responsáveis pela calibração dos equipamentos  utilizados na rotina diária das operações de pesquisa, desenvolvimento, fabricação e testes.

O sistema de calibração permite um controle automático tanto sob o aspecto técnico como administrativo. Todas as medidas são efetuadas utilizando ferramentas da informática, de forma a se ter o controle dos “set-ups” de teste através de programas dedicados. Quanto ao aspecto administrativo, todas as informações relativas às calibrações  são  registradas   e   armazenadas   de  tal  forma  que  permitam   consultas posteriores e possibilitem uma completa rastreabilidade.

Área de Calibração de Grandezas Elétricas e Frequência.

Câmara Blindada - Área de Padrões de Referência.